Fonoaudiologia nos Traumas de Face

Ossos do Crânio
Ossos do Crânio

Trauma é o problema de saúde pública com maior potencial de ser prevenido e tratado. 

 

Está entre as principais causas de morte e morbidade no mundo, representando 7,4% a 8,7% dos atendimentos efetuados nas emergências.

 

Dentre os diversos tipos, o TRAUMA DE FACE destaca-se pela sua importância, uma vez que apresenta repercussões emocionais, funcionais e possibilidade de deformidades permanentes.

 

As principais causas de fraturas faciais incluem os acidentes automobilísticos e as agressões.  Outras causas são as quedas, os acidentes esportivos e os acidentes de trabalho.

 

Os traumas de face precisam ser reparados de maneira adequada e no momento adequado. 

Podem evoluir para sérias sequelas estéticas e funcionais, trazendo deformidades permanentes ou sérias limitações.

Muitas vezes deixam marcas psicológicas importantes, alterando a relação do paciente com a sociedade.

 

A atuação fonoaudiológica tem duplo objetivo.  Primeiro proporcionar alívio e conforto à área afetada e; segundo, restabelecer rapidamente as funções estomatognáticas do paciente, devolvendo a mímica facial e retorno a uma alimentação habitual.

 

Isso se dá da seguinte forma:

 

1 - No pós-operatório imediato, aplicando técnicas para alívio de edema, parestesia e dor, além de relaxamento muscular.

2 - Aplicar movimentos mandibulares, impedindo a formação de tecido cicatricial restritivo.

3 - Estimular movimentos da mímica facial e de abertura, lateralidade e protrusão mandibular.

4 - Desenvolver a musculatura mastigatória, atrofiada pela falta de uso, promovendo oxigenação, mobilidade, coordenação e aumento de massa.

5 - Aumentar a abertura da boca por meio de manobras específicas de alongamentos e alavancas (quando necessárias).

6 - Orientar e transferir, ao paciente, exercícios e técnicas que ele mesmo pode aplicar para alivio da dor e seu maior conforto.

7 - Reabilitar respiração, mastigação, deglutição e fala.

 

A presença da fonoaudiologia durante todo o processo de tratamento dos traumas de face, na forma de equipe multidisciplinar, traz benefícios aos pacientes no pré-operatório e de forma muito significativa no pós-operatório.

 

É importante a consulta fonoaudiológica mesmo, que a princípio, pareça um trauma fácil de tratar.

 

Essa avaliação pode evitar vários problemas futuros, principalmente em bebês e crianças que ainda não tiveram toda sua estrutura da face completamente desenvolvida.

Fonoaudiologia nos Traumas de Face | Livia Scelza | Fonoaudióloga
LogoLiviaHorizontal.png