Fonoaudiologia e Seletividade Alimentar


Você sabia que a fonoaudiologia pode ajudar crianças que apresentam seletividade ou aversão alimentar?

A introdução alimentar complementar inicia-se no bebê normalmente aos 6 meses de idade. Algumas crianças experimentam uma perturbação nesse momento, recusando essa alimentação, ou por vezes apresentando seletividade alimentar. Essas perturbações podem durar bastante tempo, prejudicando o desenvolvimento global da criança e interação social.

Isso pode ocorrer devido a dificuldades físicas, sensoriais, estruturais e/ou nas habilidades e oportunidades oferecidas pelo ambiente.

O fonoaudiólogo é o profissional que pode fazer esse diagnóstico e ajudá-lo a tornar o momento da refeição, o mais agradável possível para a criança e sua família.

Leia nesse artigo da Revista Crescer, clicando aqui, a história do menino Lucas que venceu sua restrição alimentar com a ajuda da fonoaudiologia.

#AversãoAlimentar #Alimentação #SeletividadeAlimentar #IntroduçãoAlimentar

LogoLiviaHorizontal.png